Futuro Hoje

O problema da rede em casa - Devolo Magic 

Opinião

Muita atenção, se o que pretende é Wi-Fi em casa não confundir com os sistemas devolo Lan, muito parecidos, mas que usam a mesma tecnologia de distribuição Powerline sem emitirem uma rede Wi-fi.

Instalação fácil e se tudo correr bem esquecemos que estes aparelhos estão lá, discretamente.  

Instalação fácil e se tudo correr bem esquecemos que estes aparelhos estão lá, discretamente.  

Finalmente consegui resolver o meu problema, nada de dramático como muitas das pequenas irritações domésticas. Fruto de circunstâncias várias, tinha duas redes que se completavam para chegar a toda a casa, interior e exterior. Tinham os mesmos nomes e passwords, mas a verdade é que muitos aparelhos as interpretavam como sendo o que eram, duas redes.

Sempre que me deslocava com o telemóvel ou um tablet havia quebras no que estava a fazer online. Se estava na sala não podia controlar, por exemplo, uma Apple TV no quarto. Nada de dramático, era um pouco como ter uma máquina mal oleada, é irritante e presta-se a avarias.

Tive a oportunidade de fazer uma atualização com a gama mais recente da devolo, a Magic 2 Wi-Fi next. Uma das redes que estava a usar era da marca, embora incompatível com a nova versão, e tinha ótimos resultados. As revistas especializadas, que fazem testes, recomendam a nova versão como sendo um upgrade digno desse nome.

Hoje qualquer rede atualizada funciona como Mesh, está otimizada para que os aparelhos passem de um ponto ao outro sem perdas. Um aparelho, por exemplo uma TV, que esteja a ser usado para ver uma série em streaming, receberá sempre mais largura de banda do que um em que alguém esteja a trocar mensagens simples.

Estes produtos da devolo além do Wi-Fi usam Powerline. Em vez de precisarmos de comprar muitos pontos de acesso para que o sinal se sobreponha ou de esticar cabos de rede pela casa toda (se não tiver já) usam os fios eléctricos para transportar os sinais do router.

Todas as casas têm tomadas em cada divisão e a devolo não vai na prática "ocupar" nenhuma. O aparelho tem que ser colocado diretamente na tomada da parede, mas tem ele próprio uma tomada para outros aparelhos ou para uma extensão.

Na prática não chega a ocupar nenhuma tomada.

Na prática não chega a ocupar nenhuma tomada.

A minha casa é exigente, complicada, se preferirem, a cozinha tem paredes que bloqueiam qualquer sinal de Wi-Fi. Um escritório poderia funcionar apenas com Wi-Fi vindo da sala, não fosse um local tão usado que faço questão de ter um ponto de acesso e um sinal perfeito. Mesmo assim, consegui passar de 8 aparelhos, usados nas duas redes a cobrir na casa toda por dentro e por fora, para apenas 4. Fui fazendo medições e fiquei com sinal mais do que suficiente em qualquer ponto da casa para receber streamings de TV em 4k em Wi-Fi. Chega e sobra.

Tenho uma assinatura de Net da Meo de 500 Mb, já cheguei a ter 1 Gb, mas sinceramente não justificava ainda o preço.

A rede interna dá-me velocidade muito superiores, ultrapassa facilmente os 1000 Mb que só posso usar entre máquinas da casa, mas com os devolo está preparada para chegar a 2400 Mb, deve chegar e sobrar para os próximos anos.

Cada ponto de acesso tem saídas Lan, para acesso com cabo Ethernet aos aparelhos mais próximos, e fixos.

Importa dizer que o sistema é capaz de "saltar" fases, para quem tem uma instalação mais complexa. Faz muito bem este salto, e sem nenhuma configuração da nossa parte.

Finalmente fiquei também com uma rede secundária para os amigos que funciona mesmo. Imprimi e emoldurei um QR Code e qualquer um pode, ao ler o código, ter acesso à Internet gratuita sem com isso "entrar" na minha rede caseira e sem ter acesso aos nossos computadores.

Claro que não há bela sem senão e se dificilmente poderia estar mais satisfeito com os aparelhos e o que fazem já não posso dizer o mesmo da interface de administração, quer em computador, quer na app própria. Não é que sejam especialmente complicados, mas estão a pedir uma actualização de design há muito tempo, os olhos também comem. Os gráficos parecem de outra época, e já dei comigo a procurar os manuais na net para ver funções que deveriam ser óbvias.

E claro, o preço, que é alto em qualquer época. Há kits de introdução a partir de 250€ mas cada acrescento anda na casa dos 120 €. O irmão mais novo, o sistema Magic 1 não é tão rápido e pode dizer-se que é menos caro. Muita atenção, se o que pretende é Wi-Fi em casa não confundir com os sistemas devolo Lan, muito parecidos, mas que usam a mesma tecnologia de distribuição Powerline sem emitirem uma rede Wi-fi.

Um kit assim, ideal para começar anda na casa dos 300€

Um kit assim, ideal para começar anda na casa dos 300€