Linhas Vermelhas

Adolfo Mesquita Nunes não atribui mérito ao líder do CDS-PP pela vitória em Lisboa

O centrista destaca também o fraco resultado eleitoral do partido.

Adolfo Mesquita Nunes não atribui mérito ao líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, em Lisboa, e destaca os baixos resultados do partido a nível nacional.

No primeiro "Linhas Vermelhas", Adolfo Mesquita Nunes, em debate com Mariana Mortágua, atribuiu por completo o mérito a Carlos Moedas pela vitória na Câmara Municipal de Lisboa, não atribuindo tal mérito ao número um do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos.

O centrista destacou, também, o baixo resultado do seu partido nas eleições autárquicas do passado domingo, referindo que considera preocupante que, em vários municípios, o CDS-PP tenha ficado atrás do Chega e da Iniciativa Liberal.

Veja também: