Linhas Vermelhas

A "dose de drama" que Delgado Alves vê nas negociações do Orçamento

Pedro Delgado Alves abordou as negociações do Orçamento do Estado no "Linhas Vermelhas" desta quarta-feira.

Pedro Delgado Alves reconhece, no "Linhas Vermelhas" desta quarta-feira, que o Governo sem maioria terá que negociar com os parceiros sobre o Orçamento do Estado, e que as negociações são dotadas de "dose de drama".

Para o socialista, terá que existir um encontro de interesses entre o Governo e os partidos de Esquerda no Parlamento.

"O Partido Socialista e o Governo têm noção disso, não tem maioria absoluta, [e], necessariamente, têm de ir ao encontro dos outros parceiros, mas os outros parceiros também, não só não têm maioria absoluta, como também têm menos representação parlamentar, portanto, naturalmente, influenciarão o Orçamento [de Estado] que o Partido Socialista apresenta, nos mesmos moldes de anos anteriores, e é esse o estado da arte da democracia parlamentar a funcionar."

Pedro Delgado Alves considera, ainda, que a tensão nas negociações é relativa.

"A dose de drama que lhe colocamos também depende da forma como queremos comunicá-lo".

Veja também: