Luís Marques Mendes

Marques Mendes defende que mudança de presidente do Tribunal de Contas foi uma retaliação 

"Eu acho que não é uma mudança, é uma vingança" 

Luís Marques Mendes diz que a Constituição prevê o mandato único apenas para o Tribunal Constitucional e não para o Tribunal de Contas.

O comentador da SIC considera que a substituição de Vítor Caldeira é uma retaliação.

"Eu acho que não é uma mudança, é uma vingança (…) Soa argumento de última hora... um pretexto"