Grande Reportagem SIC

O rapto de Américo Sebastião, um embaraço nas relações entre Portugal e Moçambique

Hoje no Jornal da Noite

O rapto de Américo Sebastião, um embaraço nas relações entre Portugal e Moçambique

Já passaram quase dois anos desde o rapto de um empresário português em Moçambique. O engenheiro agrónomo Américo Sebastião foi levado de uma bomba de gasolina no centro do país em julho de 2016. Não houve pedido de resgate nem qualquer outra informação sobre o paradeiro do empresário. Não se sabe se estará vivo ou não. É o tema da Grande Reportagem "Sem Rasto em Moçambique" para ver hoje no Jornal da Noite.

  • "Sem Rasto em Moçambique", a Grande Reportagem da SIC para ver hoje no Jornal da Noite
    4:05

    Edição da Manhã

    Passaram já quase 2 anos desde o rapto de um empresário português em Moçambique. O engenheiro agrónomo, Américo Sebastião, foi levado de uma bomba de gasolina no centro do país em Julho de 2016. Não se sabe se estará vivo ou não. Cândida Pinto, jornalista da SIC, esteve na Edição da Manhã para nos falar do desaparecimento de Américo Sebastião, que é o tema da Grande Reportagem "Sem Rasto em Moçambique" para ver hoje no Jornal da Noite.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Sem rasto em Moçambique

    Grande Reportagem SIC

    "Só estou aqui porque eu sei que o meu pai vai aparecer". Esta é a convicção de Rodrigo Sebastião enquanto avança pelos caminhos que levam ao mato, ao interior de Moçambique. Foi na província de Sofala que o pai de Rodrigo, Américo Sebastião, expandiu negócios na área da agricultura, pecuária e exploração florestal. Em Julho de 2016 o empresário português foi levado de uma bomba de gasolina em Nhamapaza, no centro de Moçambique, sem deixar rasto.

  • Paz ainda não foi totalmente conseguida em Moçambique
    2:57

    Mundo

    Em Moçambique, onde vivem 23 mil portugueses, a paz ainda não foi totalmente conseguida. O processo está em marcha lenta, sobretudo no que diz respeito a questões militares. Mas esta instabilidade, além das incertezas, tem levado, nos últimos anos, a uma onda de crimes políticos, económicos e também violentos, como é o caso dos raptos.

  • "Paz" é a palavra do ano em Moçambique

    Mundo

    "Paz" foi escolhida como palavra do ano em 2016 em Moçambique, anunciou esta quarta-feira a Plural Editores, que, depois de Portugal, promoveu a iniciativa pela primeira vez neste país e em Angola.