Grande Reportagem SIC

A Grande Ilusão: cifrões e outros demónios (Parte II)

Episódio 5

Pedro Coelho

Pedro Coelho

Jornalista Grande Reportagem SIC

José Silva

José Silva

Repórter de Imagem

Andres Gutierrez

Andres Gutierrez

Editor de Imagem

Diana Matias

Diana Matias

Produtora Editorial

Como se financia a extrema direita europeia? É esta a dúvida a que tentamos dar resposta no último episódio da série "A Grande Ilusão".

Em "Cifrões e outros demónios, 2.ª edição", regressamos a César do Paço. Quem é afinal o milionário português, financiador do Chega e personagem central deste episódio?

"Cifrões e outros demónio, 2.ª edição" é o quinto e último episódio da Grande Reportagem "A Grande Ilusão".

A Grande Ilusão resulta de uma parceira estabelecida entre a SIC e a NOVA FCSH e tem, igualmente, uma expressão online no site da SIC Notícias – Projeto "Extremos".

FICHA TÉCNICA

Reportagem – Pedro Coelho e José Silva (imagem)

Edição de Imagem – Andrés Gutierrez

Grafismo – Marta Coelho

Produção – Diana Matias com Maria Rodrigues e Rita Murtinho (bolseiras)

Coordenação - Amélia Moura Ramos

Direção – Ricardo Costa e Marta Brito dos Reis

Veja também:

ESPECIAL EXTREMOS

A PÁGINA DA GRANDE REPORTAGEM SIC

  • A Grande Ilusão: o balanço

    Extremos

    Na missão do jornalismo e no seu quadro de valores está a necessidade de gerar lucro social, de trazer valor acrescentado à sociedade como um todo. Poderá não ser um lucro imediatamente tangível. Poderá ser contrário a outro tipo de receitas. Poderá até ser obscurecido por efeitos de curto prazo. Mas a riqueza de desvendar verdades ocultas ou de escrutinar forças políticas que usam as regras democráticas para subverter a própria democracia – isso, não tem preço.

  • Confidentes de alunos e cúmplices de professores: o braço contínuo

    País

    Chamam-lhes “funcionários” porque funcionam. A expressão até parece sugerir que eles são os únicos que “funcionam”, dentro de uma escola. Acalmem-se os tolos. Significa apenas que os “assistentes operacionais”, ou “auxiliares de ação educativa”, títulos mais pomposos do que “contínuos” – expressão que estimo muito - são pau para toda a colher.

    Opinião

    Rui Correia

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros