Grande Reportagem SIC

Guerra de bastidores entre polícias

Grande Reportagem da jornalista Amélia Moura Ramos.

O que têm em comum o caso das armas de Tancos, a investigação de 13 crimes sexuais em Lisboa e dois homicídios ocorridos em Beja e em Portimão no ano passado?

Em todos eles houve guerra de bastidores entre polícias, os chamados Órgãos de Polícia Criminal.

A lei de organização e investigação criminal nasceu há 13 anos para organizar as competências de investigação: Quem investiga o quê? A Polícia Judiciária ficava com os crimes mais complexos e a GNR e a PSP com a criminalidade menor.

Contudo, com o passar do tempo, as duas últimas polícias têm vindo a ganhar cada vez mais competências na área da investigação criminal enquanto a PJ perde terreno e efetivos. As queixas de invasão territorial são antigas e mantêm-se no presente.

"Área Restrita" apresenta casos concretos em que para resolver um mesmo crime foram duplicados esforços, meios, inquirições e tempo de investigação. Uma competição que não sendo visível, está latente nos processos que vão parar a tribunal ou nas exposições e queixas apresentadas por dirigentes das polícias e procuradores.

Veja a reportagem Área Restrita

Ficha técnica:

Jornalista: Amélia Moura Ramos,
Imagem: João Lúcio,
Drone: 4KFly,
Edição de Imagem: Ricardo Tenreiro,
Grafismo: Luís Bispo,
Produção Editorial: Diana Matias,
Assistentes de Produção: Auly Ferreira; José Silva, Eletricista: Carlos Monteiro,
Colorista: Rui Branquinho,
Pós-produção Áudio: Octaviano Rodrigues,
Fotografias Expresso: Alberto Frias; António Pedro Ferreira; Nuno Botelho

A PÁGINA DA GRANDE REPORTAGEM SIC