Tempo Extra

“Reinaldo Teles foi o homem dos silêncios, mas também das ações”