Tempo Extra

“Sporting em Arouca o melhor que fez foi ganhar”

Opinião

Rui Santos analisa a gestão e as opções de Rúben Amorim no espaço competitivo nacional e europeu.

Rui Santos afirma que os laterais convertidos em centrais (Esgaio e Matheus Reis) são decorrências de constrangimentos financeiros.

O comentador da SIC diz que essas opções não podem ser apenas convicção de Rubén Amorim “em termos estritamente técnico-desportivos”.

► A PÁGINA DO TEMPO EXTRA

► A PÁGINA DE RUI SANTOS