Vidas Suspensas

A Justiça do Castigo

Episódio na íntegra

A Justiça do Castigo

Mário Reis está condenado a 36 anos de cadeia, num país onde a lei define os 25 anos como pena máxima. Sem ter cometido um único crime de sangue.

No Vidas Suspensas desta semana, conhecemos o caso de Mário Reis. Está condenando a 36 anos de cadeia, num país onde a lei define os 25 anos como pena máxima.

No cadastro soma dezenas de furtos: quatro assaltos à mão armada, condução sem carta, falsificação, posse de arma proibida, evasão e tráfico de droga. Uma lista sem um único crime de sangue.

Entrou para a cadeia aos 16 anos e foi na cadeia que se tornou consumidor de droga. Já cumpriu metade da pena, mas o tribunal continua a negar-lhe a liberdade condicional.

O episódio desta semana questiona "A Justiça do Castigo": será que a medida da pena está ajustada à medida da culpa?

No seguimento deste caso, a SIC questionou a Direcção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais para saber quantos reclusos estão condenados em Portugal a mais de 25 anos.

Em resposta, os Serviços prisionais admitem que não há, para já, forma de saber esses dados.

O atual diretor considera que é uma questão que tem de ser avaliada e já ordenou que fosse feito um levantamento de todos os casos.

  • Governo admite aumento de pressão sobre os hospitais

    Coronavírus

    No dia em que o balanço da Direção Geral de Saúde dá conta de 311 mortes e 11.730 casos de Covid-19 em Portugal, o Governo admite que aumentou a pressão sobre os hospitais. Esta segunda-feira, ficou ainda a saber-se que o País já tem um mapa de risco de infeção por coronavírus. Em Londres, o primeiro-ministro britânico Boris Johnson está internado nos cuidados intensivos. Em Espanha, o número de óbitos desceu pelo quarto dia consecutivo. Já os Estados Unidos ultrapassaram as 10 mil mortes. A pandemia do novo coronavírus já matou, desde dezembro, 73.139 pessoas e infetou mais de 1,3 milhões em todo o mundo.

    SIC Notícias