Saúde e Bem-estar

França é o país europeu que menos confia nas vacinas

Apenas 59% da população da Europa Ocidental confia na vacinação

Um em cada três franceses não acredita que as vacinas sejam seguras, de acordo com um estudo publicado esta quarta-feira.

A França é também o único país onde a maioria das pessoas entrevistadas, 55%, está convencida de que a ciência e a tecnologia levarão a cortes de empregos.

A conclusão é do Instituto de Pesquisa norte-americano Gallup que realizou um estudo, o primeiro do género, para a ONG britânica Wellcome.

Foram entrevistadas 140 mil pessoas com mais de 15 anos, em 144 países. A ideia foi perceber o que pensam ciência, profissionais e saúde e vacinas.

Europa confia (mas pouco) no poder das vacinas

84% da população mundial considera que as vacinas são eficientes, desses 92% garantem ter vacinados os filhos. No território europeu os números são outros. Em França apenas 33% das pessoas entrevistadas confia nas vacinas.

As populações dos países ricos têm menos confiança nas vacinas, particularmente na Europa e em França. Um fenómeno que está a surgir, taco a taco, com o aumento do sentimento anti vacinação, considerado como um dos fatores responsável pelo aparecimento do sarampo em alguns países desenvolvidos, nomeadamente França e os Estados Unidos.