Notícias

Há cerca de 400 novos casos de cancro pediátrico por ano

O cancro infantil em debate na Guarda, promovido pelo Grupo de Voluntariado Comunitário da Guarda da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Rafael Reigota

O Cancro Infantil é o tema de uma ação de Educação para a Saúde promovida pelo Grupo de Voluntariado Comunitário da Guarda da Liga Portuguesa Contra o Cancro, no próximo dia 11 de Maio, no auditório do Paço da Cultura.

Segundo dados da Sociedade de Hematologia e Oncologia Pediátrica, que faz parte da Sociedade Portuguesa de Pediatria, o cancro foi a principal causa de morte por doença de crianças com idade superior a um ano, em 2017.

Por ano, há cerca de 400 novos casos de cancro pediátrico no país, referem os números divulgados pela Acreditar - Associação de Pais e Amigos de Crianças com Cancro. A taxa de sobrevivência à doença oncológica pediátrica é de cerca de 80%.

Continuam, no entanto, a existir muitos obstáculos a ultrapassar, nomeadamente ao nível burocrático e de direitos que não são assegurados.

Por atualizar continuam também os dados do registo oncológico pediátrico, apesar de legalmente criado, como criticou recentemente a diretora da Acreditar que referiu também a necessidade de remodelação do parque hospitalar e de apoio às famílias das crianças com cancro.

Notícias

Mais