Notícias

A esperança é a protagonista em nova campanha contra o cancro do pulmão

A Pulmonale - Associação Portuguesa contra o Cancro do Pulmão - lançou uma campanha de alerta para as melhores terapêuticas e resultados em doentes com cancro de pulmão.

A Pulmonale lançou uma nova campanha para assinalar os 10 anos de existência da associação, na qual celebra a esperança que os avanços da ciência têm proporcionado aos doentes que padecem de esta patologia.

"Uma Esperança de carne e osso, aqui em forma de uma criança que não pára de crescer e que representa a vida que a ciência já consegue dar a quem é diagnosticado com cancro do pulmão. Há não muitos anos, no tempo da falta de Esperança, um diagnóstico de cancro do pulmão era entendido quase como uma sentença para quem sofria o veredicto. Por isso, muitos doentes procuravam apenas o médico quando os sintomas se tornavam insuportáveis. Mas os tempos mudaram", sublinha a associação.

No nosso país, são diagnosticados mais de 4 mil novos casos todos os anos e, no ano passado, o cancro de pulmão matou cerca de 2 milhões de pessoas em todo o planeta. Representa 13% dos novos casos de cancro anualmente. Em Portugal, a sua incidência é cerca de 30 casos por 100 mil habitantes por ano.

“Os avanços da ciência no cancro do pulmão têm sido imensos”, refere Isabel Magalhães, presidente da Pulmonale. "A campanha da Pulmonale transforma-se em apelo, estendido a todos os portugueses, a quem se pede que se envolvam, vejam e partilhem o vídeo e ajudem a Esperança a crescer, não o cancro".

Notícias

Mais