Notícias

Já chegou a assistente virtual de apoio ao cancro

Chama-se AVA - Assistente Virtual de Apoio ao Cancro - e já se encontra operacional para responder às questões que lhe sejam colocadas sobre a doença. Nesta altura de pandemia, a AVA poderá ser de grande ajuda para doentes e cuidadores

O cancro ainda nos deixa demasiadas vezes sem resposta. É por isso mesmo que o "Tenho Cancro. E depois?", um projeto editorial da Sic Notícias e do Expresso, lançou uma plataforma inovadora em Portugal: Uma assistente virtual de apoio ao cancro, a AVA, capaz de responder às principais dúvidas sobre a doença, que preocupam doentes e familiares.

Com a chegada do novo coronavírus, esta pode ser também uma ferramenta que ajude a combater a ansiedade de doentes e cuidadores, ao responder a questões sobre covid-19 e ao esclarecer sobre o impacto que a pandemia pode vir a ter no doente oncológico.

A informação fornecida pela AVA é certificada por instituições parceiras do projeto, como a Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) , a Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO), os IPO de Coimbra e do Porto, a Fundação Champalimaud e inúmeras associações de doentes. Nos últimos dois anos, a redação do projeto criou centenas de histórias e entrevistas, um importante contributo para complementar e enriquecer essa informação dada por entidades oficiais.

Este chatbot - um programa de computador que tenta simular o ser o humano e que é capaz de manter conversas - já registou mais de 30 mil conversas , tendo sido desenhado em colaboração com a agência digital Djomba e com a tecnologia da Oracle –. A AVA foi treinada previamente para que possa desempenhar as funções que agora desempenha e continua a aprender com todas as perguntas e melhorando as respostas, de dia para dia.

Se tiver dúvidas e quiser conversar com a Ava basta dizer-lhe "olá" no canto inferior direito do nosso site: www.tenhocancroedepois.pt .

Notícias

Mais