Cultura

Morre aos 78 anos produtor dos primeiros filmes do "Star Wars"

Gary Kurtz, produtor dos dois primeiros filmes da saga "Star Wars", morreu, no domingo, na Grã-Bretanha, aos 78 anos, vítima de cancro, anunciou esta segunda-feira a família.

"Toda a família 'Star Wars' ficou afetada pela perda de Gary", reagiu em comunicado George Lucas, o criador da saga cinematográfica.

"A sua contribuição enquanto produtor permitiu que estas histórias ganhassem vida no grande ecrã, apesar de condições de rodagem muitas vezes difíceis e stressantes. Os meus pensamentos estão com a família", acrescentou o realizador.

O ator Mark Hamill, que interpretou o célebre Luke Skywalker, reagiu na rede social Twitter, considerando ter perdido um "amigo de toda a vida".

"O mundo perdeu um artista e um realizador de talento, bom e sábio, que contribuiu muito para o cinema. Foi uma honra trabalhar com ele", escreveu.

Por seu lado, o ator Peter Mayhew, que encarnou o personagem Chewbacca na primeira trilogia, considerou que sem Kurtz não teria havido a "Força".

"A tua memória viverá através de filmes incríveis que tocaram milhões de pessoas", declarou.

Gary Kurtz dedicou-se ao estudo das religiões e pretendia desenvolver este aspeto nos filmes, segundo adiantaram especialistas do universo "Star Wars", que consideraram que a ele se deve muito do conceito de a "Força", subjacente a toda intriga da saga.

Kurtz conheceu George Lucas na escola de cinema da Universidade da Carolina do Sul e produziu o primeiro sucesso do realizador, "American Graffiti" (1973).

Apesar do ceticismo dos estúdios, a dupla conseguiu estrear os dois primeiros filmes da série, "Star Wars" (1977) e o "Império contra-ataca"(1980).

Posteriormente, os dois homens seguiram caminhos diferentes por causa de divergências sobre a rodagem do terceiro filme da série "O Regresso de Jedi", que Kurtz considerava demasiado comercial.

Lusa