Cultura

Morreu o cantor Roberto Leal

Tinha 67 anos e foi vítima de um cancro.

A notícia foi avançada por José Cesário, antigo secretário de Estado das Comunidades e da Administração Local, numa publicação na sua página de Facebook.

O cantor Roberto Leal - nome artístico de António Joaquim Fernandes - emigrou para o Brasil aos onze anos, em 1962, juntamente com os pais e nove irmãos.

Em São Paulo, após trabalhar como sapateiro e vendedor de doces, iniciou a carreira de cantor.

Em declarações à Lusa, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, adiantou que Roberto Leal morreu na madrugada de hoje em São Paulo.

"Queria dizer que se trata de uma perda profunda para a comunidade portuguesa, para a que vive no Brasil e mais especificamente em São Paulo", disse à Lusa José Luís Carneiro, adiantando que Roberto Leal era um símbolo da simbiose entre a música tradicional e popular portuguesas e as várias manifestações culturais existentes no Brasil.

Para José Luís Carneiro, a história de vida de Roberto Leal revela um homem determinado que viveu o preconceito quando chegou ao Brasil, tendo conseguido impor-se.

"Conseguiu afirmar-se pelo seu mérito e trabalho e ganhar respeito da comunidade brasileira e o respeito e admiração de muitos portugueses de diferentes gerações que estão atentos à sua criação cultural e artística", disse.

José Luís Carneiro considera que Roberto Leal é um símbolo de uma geração de portugueses que saíram do país na década de 50 e 60, viveram muitas dificuldades e conseguiram vencer o preconceito tornando-se um exemplo em vários planos.

O secretário de Estado disse ainda ter apresentado as condolências do governo português à família do cantor, que considera ser "um símbolo para os que passaram as mesmas dificuldades e conseguiram vencer todos os obstáculos".

  • Rio Seco 
    2:13

    Reportagem Especial

    O Tejo internacional está em mínimos dos últimos 40 anos e os afluentes Pônsul e Sever praticamente secaram fruto das políticas de gestão de recursos hídricos de Espanha.

    Hoje no Jornal da Noite