Cultura

Taylor Swift impedida de tocar as próprias músicas

Christopher Polk/Variety/Shutter

Cantora desabafou no Twitter e pediu a ajuda dos fãs.

A cantora Taylor Swift revelou no Twitter que a sua atuação nos American Music Awards está em risco, uma vez que está a ser impedida de tocar as suas próprias músicas.

A norte-americana explicou que os empresários Scooter Braun e Scott Borchetta não permitem que toque músicas de álbuns anteriores, para os quais detêm os direitos. Da mesma forma, não tem autorização para utilizar músicas ou atuações antigas num documentário biográfico que estaria a gravar para a Netflix.

“Dizem que não posso cantar as minhas canções antigas na televisão, porque isso seria regravá-las antes de tal me ser permitido, no ano que vem (…). Nenhum destes homens teve qualquer papel na composição destas músicas. Não contribuíram em nada para criar a relação que tenho com os meus fãs”, escreveu a cantora no Twitter.

A Big Machine Records, antiga editora de Swift, afirma que estas declarações são “baseadas em informações falsas”.

Em junho, a norte-americana revelou que todo o seu catálogo musical gravado entre 2006 e 2017 foi adquirido pela Big Machine Label Group sem ter sido informada.

Entretanto, surgiu uma petição que já conta com mais de 70 mil assinaturas para que Taylor Swift “possa usar a sua própria arte”.