Cultura

"Quando morrer, quero que as minhas cinzas sejam deitadas ao mar em Cascais"

Rita Rogado

Rita Rogado

Jornalista

Pedro Santos

Pedro Santos

Editor de Imagem

A paixão de Art Sullivan por Portugal.

Morreu esta sexta-feira Art Sullivan, aos 69 anos, vítima de cancro no pâncreas. O cantor belga atuou várias vezes em Portugal e durante a década de 70 dominou as emissões de radio e tabelas de vendas do país. Atuou pela última vez em Portugal em Agosto, na Expoeste.

Numa entrevista que deu à revista VIP chegou a confessar: "Quando morrer, quero que as minhas cinzas sejam deitadas ao mar, em Cascais. Adoro Portugal, venho cá várias vezes por ano. Não é muito politicamente correto, mas costumo dizer que a Bélgica é o meu amor e Portugal a minha amante".