Cultura

Filme de animação “Soul” está a causar polémica em Portugal

A Disney já reagiu.

O novo filme de animação da Disney/Pixar está a causar polémica em Portugal. “Soul”, uma aventura com alma, tem um protagonista negro e a voz de atores negros na versão original norte-americana. Mas na versão portuguesa a dobragem foi feita em exclusivo por atores brancos.

O filme é sobre jazz e sobre a cultura afro-americana. E há, em Portugal, quem estranhe que as vozes escolhidas para a versão lusa não sejam de atores também de origem africana.

Um dos primeiros a pedir reflexão sobre o assunto foi o ator Marco Mendonça, que nas redes sociais escreve que a representatividade deve ser uma das principais ferramentas contra o racismo.

O músico Dino d'Santiago lamenta que a cultura afro-portuguesa não tenha tido aqui uma oportunidade no que seria mais do que só um filme de animação.

Já Nuno Markl, que já deu voz a uma personagem da Disney, escreve no Instagram que o racismo sistémico se alimenta destes percalços, mas acredita que não houve má intenção.

A Disney já reagiu à polémica.

"Esforçamo-nos por ser inclusivos nos nossos castings, contudo reconhecemos que há trabalho a fazer e estamos comprometidos em diversificar os talentos nas nossas dobragens, independentemente da geografia onde atuamos", disse à revista Sábado.

Nos Estados Unidos a voz da personagem principal do filme Soul é do ator negro Jamie Foxx. E há mais atores afro-americanos a dar voz às personagens negras do filme.

  • 2:29