Cultura

Festival Lollapalooza junta 100 mil pessoas por dia nos Estados Unidos

Para entrar no recinto é necessário mostrar o comprovativo da vacinação completa ou um teste à covid-19 negativo.

Em Chicago, nos Estados Unidos, está a decorrer um dos maiores festivais do país com cerca de 100 mil pessoas por dia. Para entrar no evento, os espetadores devem apresentar o comprovativo de vacinação completa ou um teste à covid-19 negativo, feito nas últimas 72 horas.

As imagens captadas no festival de música Lollapalooza, no Grant Park de Chicago, são um reflexo daquele que é – de longe – o maior ajuntamento de pessoas na cidade norte-americana desde o início da pandemia.

Durante o dia, quem quis participar no histórico festival, teve que mostrar um comprovativo de vacinação completa ou um teste negativo à covid-19, feito a menos de 72h da entrada no recinto. Além disso, quem não estiver vacinado, é obrigado a usar máscara.

Depois de ter sido adiado, como tantos outros festivais, o regresso do Lollapalooza está a ser seguido com atenção por todo o mundo. Especialmente depois de se saber que, na Holanda, foram registadas quase mil novas infeções relacionadas um festival que teve regras de vacinação e testagem à covid-19 semelhantes às de Lollapalooza.

Em Portugal, foram realizados vários eventos-teste em Braga, Coimbra e Lisboa. O objetivo era avaliar a possibilidade de salvar o verão para festivais e eventos em recinto fechado, onde todos os participantes e profissionais foram testados antes de entrar no recinto.

Dos mais de mil testes realizados, não houve nenhum caso positivo à entrada. Contudo, mais de dois meses depois, a Direção-geral da Saúde ainda não revelou o resultado desses testes, cujo anuncio estava prometido para 14 dias depois dos eventos.