Cultura

Grupo de cidadãos concentra-se em apoio à companhia Seiva Trupe no Porto

Loading...

A companhia de teatro ficou fora do concurso da Direção-Geral das Artes, que atribui verbas para os próximos quatro anos.

Um grupo de cidadãos concentrou-se, na tarde deste domingo, no Porto, para apoiar a Seiva Trupe. A companhia de teatro ficou fora do concurso da Direção-Geral das Artes, que atribui verba financeira para os próximos quatro anos.

Sem a ajuda estatal, a companhia diz que não consegue sobreviver. Palco e plateia unem esforços neste coreto para defender a subsistência da icónica companhia de teatro da cidade a Seiva Trupe.

Os resultados do concurso da Direção-Geral das Artes para conceder apoio financeiro para os próximos quatro anos são ainda provisórios, mas, a confirmarem-se, a Seiva Trupe fica sem ajuda estatal. A companhia condena a forma como é feita a avaliação dos candidatos.

Na passada sexta-feira, o ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, disse que houve um reforço da verba atribuída para mais do dobro, o que representa mais entidades contempladas. Defendeu também a independência do júri do concurso.

A completar 50 anos de existência, a Seiva Trupe assegura que sem apoio do Estado irá suspender a atividade no dia 1 de janeiro de 2023. Se se confirmar que fica sem apoio financeiro, a companhia de teatro tem preparado um recurso hierárquico para que o Ministério da Cultura reverta a decisão.

Últimas Notícias
Mais Vistos
Mais Vistos do