Desporto

UEFA contra candidaturas ao Mundial de países de continentes diferentes

Stefan Wermuth

A UEFA manifestou-se esta segunda-feira contra a apresentação de candidaturas conjuntas à organização de Mundiais de futebol integrando países de diferentes confederações continentais, como a preconizada por Espanha, em conjunto com Portugal e Marrocos.

A Espanha avançou recentemente com a ideia de organizar uma candidatura ao Mundial de 2030 em conjunto com Portugal e Marrocos, cenário que chegou a ter apoio político na cimeira ibérica realizada em novembro, em Valladolid.

Esta segunda-feira, em Dublin, após a realização de uma reunião do Comité Executivo, o presidente da UEFA, o esloveno Aleksander Ceferin, disse ser incómodo que a ideia tenha partido dos políticos e não das federações de futebol nacionais.

"Farei o que puder para só ter uma proposta da Europa para o Mundial [de 2030]. Isso aumentará as probabilidades de a Europa receber o Campeonato do Mundo", disse o responsável máximo do futebol europeu.

Na corrida à organização do Mundial de 2030 está ainda em fase inicial a intenção conjunta da parte de Bulgária, Grécia, Roménia e Sérvia, enquanto a Inglaterra também já indicou que poderá candidatar-se, associando-se a outros países do Reino Unido.

Na América do Sul, Argentina, Paraguai e Uruguai também já colocaram a hipótese de concorrerem à organização da fase final do torneio.

Lusa

  • “Falso testemunho”: o quarto episódio do “Vidas Suspensas”
    29:04