Desporto

Antigo futebolista Tiago reforça equipa técnica das seleções portuguesas de formação

www.fpf.pt

Nos últimos anos o português foi um dos adjuntos de Diego Simeone no Atlético de Madrid.

O antigo médio Tiago vai reforçar a equipa técnica das seleções portuguesas entre os sub-15 e sub-20, dois anos depois de ter terminado a carreira no Atlético de Madrid, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Tiago Mendes, de 38 anos, concluiu o percurso de jogador no Atlético de Madrid, em 2016/17, após oito épocas nos 'colchoneros', tendo coadjuvado o argentino Diego Simeone, depois de ter vestido a camisola de clubes como Juventus, Lyon, Chelsea, Benfica e Sporting de Braga.

"Estou muito feliz por este regresso às seleções nacionais. É um orgulho voltar a esta casa que tanto me deu na minha carreira como jogador. É igualmente uma honra e um privilégio estar de novo ao serviço da FPF e trabalhar no meu país", afirmou Tiago, que somou três golos nos 66 jogos que disputou pela seleção principal, tendo estado no Euro2004 e no Mundial2006.

Nos clubes, conquistou uma Liga Europa, duas Supertaças europeias, quatro campeonatos (dois em França, um em Espanha e outro em Inglaterra), uma Taça de Portugal, uma Taça do Rei e uma taça da Liga inglesa, além de supertaças em Espanha, Inglaterra e França.

"Espero poder contribuir para o desenvolvimento do futebol português, mas também tenho a consciência que vou aprender muito e crescer como treinador numa estrutura tão profissional como é a da FPF. Vai ser um enorme desafio", observou.

Fernando Gomes disse estar muito satisfeito com a integração de Tiago na estrutura nacional

Igualmente citado pelo organismo, o presidente da FPF considerou que a contratação de Tiago "foi um encontro de vontades muito feliz".

"Estamos muito satisfeitos por poder integrar o Tiago na nossa estrutura técnica. Além das suas enormes qualidades pessoais, foi, ao longo de toda a sua carreira, um jogador exemplar na forma como representou o seu país. Também, como é sabido, no seu percurso de excelência, demonstrou, desde cedo, grande vontade e grande aptidão para abraçar a carreira de treinador. Tenho a certeza de que a FPF e a estrutura técnica da formação nacional vão ficar ainda mais fortes", frisou Fernando Gomes.

Lusa.

  • A saga do prédio Coutinho
    6:43
  • Descobrir as rotas do Alentejo
    14:59
  • Cepas da Serra
    10:16