Desporto

Um detido e quatro identificados pelos incidentes no jogo Académica-Benfica

Sport TV

Resultado dos incidentes nas bancadas do estádio de Coimbra durante o jogo de futebol entre a Académica e o Benfica no sábado

Devido aos incidentes entre adeptos das duas equipas que obrigou à interrupção do jogo particular ao minuto 30, a PSP foi obrigada a intervir, tendo detido um homem e identificado outras quatro pessoas.

Um dos adeptos necessitou de assistência hospitalar devido a uma queda, depois de ter sido assistido na pista de atletismo do Estádio Cidade de Coimbra.

Alguns adeptos chegaram a entrar na pista de atletismo para fugir aos desacatos, que obrigaram à intervenção da polícia.

Segundo a PSP, os desacatos começaram quando elementos da claque da Académica de Coimbra invadiram setor que estava reservado aos adeptos do Benfica.

No final do jogo, que o Benfica venceu por 8-0, o treinador o treinador do clube encarnado, Bruno Lage, insurgiu-se contra os adeptos que provocaram desacatos e apelou a que se comece a prender os desordeiros.

"Antes de falar do jogo, quero falar do minuto 30. Isto tem de acabar! Houve um adepto que foi para o hospital e ninguém foi preso. A gente tem de começar a prender esta malta, esteja ela vestida de preto, de vermelho, de azul ou de verde", afirmou Bruno Lage, indignado com as cenas de violência que forçaram à interrupção do jogo entre as duas equipas.

Para o treinador "perde-se muito tempo a falar de outras situações" quando estes episódios de violência "é que não deviam ser tolerados e têm de ser encarados de outra maneira".

Adepto ferido em Coimbra hospitalizado com fratura vertebral - Benfica

Em nota publicada no site oficial, o Benfica informa que o adepto, de 30 anos, "fraturou a vértebra D12 da coluna" e está internado no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, esperando-se que na segunda-feira seja "tomada a decisão sobre a necessidade de se avançar com uma eventual operação".

"Não esteve envolvido em qualquer desacato, mas, à passagem de indivíduos adeptos da Académica (escoltados pela Polícia) que tinham sido responsáveis pela confusão gerada, foi empurrado por um deles", indica o Benfica, assinalando que a direção do clube de Coimbra "prontificou-se de imediato a ajudar os familiares a identificar os responsáveis".

O jogo entre a Académica e o Benfica, que se disputou em Coimbra e foi vencido pelo campeão nacional por 8-0, esteve interrompido durante cerca de oito minutos devido a incidentes nas bancadas entre adeptos - que chegaram a entrar na pista de atletismo do estádio para se refugiarem -, levando à intervenção da polícia.

"Lamentamos ainda que nos últimos seis meses seja o segundo adepto do nosso clube hospitalizado com gravidade", assinalou o Benfica, manifestando a intenção de "tudo fazer para eliminar e punir sem contemplações este tipo de comportamentos".

Com Lusa