Desporto

FPF decreta um minuto de silêncio em memória do ex-futebolista Rui Jordão

LUSA

O antigo jogador, natural de Benguela, destacou-se no Benfica, clube no qual iniciou a carreira, em 1971/72, e no Sporting.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) decretou hoje um minuto de silêncio nos jogos das competições organizadas pelo organismo neste fim de semana, entre os quais da Taça de Portugal, em memória do antigo jogador Rui Jordão.

"A Federação Portuguesa de Futebol vai homenagear o antigo internacional português Rui Jordão, decretando um minuto de silêncio em sua memória nos jogos da sua tutela, agendados para este fim de semana", indica a nota publicada no sítio oficial da FPF na Internet.Jordão morreu hoje, aos 67 anos, no Hospital de Cascais, onde estava internado, em consequência de problemas cardíacos.

O antigo jogador, natural de Benguela, destacou-se no Benfica, clube no qual iniciou a carreira, em 1971/72, e no Sporting, tendo disputado 43 jogos pela seleção portuguesa e marcado 15 golos, dois dos quais no Europeu de 1984, no qual Portugal foi eliminado nas meias-finais.Jordão, que jogou também no Saragoça e no Vitória de Setúbal, onde terminou a carreira, em 1988/89, foi melhor marcador do campeonato português nas épocas 1975/76 e 1979/80, tendo conquistado seis títulos de campeão nacional, três Taças de Portugal e uma Supertaça portuguesa.

Lusa