Desporto

Vieira segura Lage com ou sem título de campeão

Luís Filipe Vieira

Armando Franca

E quer 30 pontos até final da I Liga.

O presidente do Benfica assegurou esta segunda-feira que Bruno Lage se vai manter como treinador da equipa de futebol, "independentemente de ser ou não campeão" esta época, e manifestou a ambição de vencer todos os jogos do campeonato até final.

"O Bruno Lage fez um trabalho fantástico na última época, contra todas as perspetivas. Este ano, começámos muito bem, mas tivemos um percalço sério e perdemos sete pontos. Estou satisfeito com o trabalho que tem feito no Benfica. Compreendo os adeptos, mas eu não posso reagir a quente. É o treinador ideal para o projeto que temos. Vai continuar, independentemente de ser ou não campeão", afirmou Luís Filipe Vieira, numa extensa entrevista à BTV.

De resto, negou as notícias que têm dado conta de um eventual regresso de Jorge Jesus, mesmo admitindo que o atual técnico do Flamengo, que passou pela Luz entre 2009 e 2015, "é um grande treinador".

"Não sei se o Jorge voltará ao Benfica ou não. Deixou uma marca muito grande no Benfica, é um grande profissional e implementou um modelo de jogo no Benfica que galvanizou os adeptos. O período da saída dele [para o Sporting, em 2015] está ultrapassado, mas não existe nada. O Bruno Lage, neste momento, é o melhor treinador para o Benfica", vincou.

Vieira admitiu que o clube da Luz passou "um período quente", no qual a equipa não esteve "à altura da camisola do Benfica", desperdiçando sete pontos de vantagem e permitindo que o FC Porto saltasse para a liderança.

Contudo, deixou claro que o objetivo passa pela conquista do título de campeão e da Taça de Portugal, e até considerou que a suspensão das competições, devido à pandemia de covid-19, "até foi boa para o Benfica".

"Benfica e FC Porto têm equipas para discutirem o título até ao final. Não é o dinheiro ou os orçamentos que ganham. Há jogos que não correm de feição, mas os jogadores têm empenho, são rigorosos. Temos 10 jogos pela frente e queremos fazer 30 pontos", referiu Vieira.

Sem apontar nomes, o líder das 'águias' considerou que "há gente que não estava interessada em que o campeonato regressasse" e garantiu que, se o Benfica voltar a assumir a liderança, não vai querer que o campeonato pare: "Não queremos ganhar nada na secretaria".

Com 24 jornadas disputadas na I Liga, o FC Porto comanda a competição, com 60 pontos, mais um do que o campeão Benfica, e 14 que o Sporting de Braga, terceiro classificado.

  • 2:34