Desporto

Maradona tem um coágulo no cérebro e vai ser operado

Agustin Marcarian

Ex-futebolista tinha sido internado devido a depressão e anemia na segunda-feira.

Diego Maradona será submetido ainda esta terça-feira a uma cirurgia devido a um hematoma subdural - um coágulo de sangue entre o crâneo e o cérebro.

Leopoldo Luque, médico pessoal de Maradona, disse que o procedimento é uma "cirurgia de rotina".

"Vamos operar hoje. Ele está lúcido, entende e concorda com a intervenção", disse Luque.

O médico acrescentou que Maradona será transferido do hospital em La Plata, para a Clínica Olivos, em Buenos Aires.

O ex-futebolista foi internado na segunda-feira, em La Plata, com anemia e desidratação e estava previsto ter alta ainda hoje.

O antigo internacional argentino celebrou 60 anos na última sexta-feira, sendo que nesse dia esteve no estádio do Gimnasia de la Plata, clube do qual é treinador. Contudo, deixou o estádio ainda antes de se iniciar o jogo com o Patronato, tendo sido o adjunto Sebastián Mendez a comandar o 'lobo' na primeira jornada do campeonato argentino.

Além do histórico de problemas cardíacos e de hipertensão, e ter sido operado ao joelho direito no ano passado, Maradona também sofre de insónias, segundo adiantaram recentemente os seus médicos, garantindo que o argentino "está completamente limpo da cocaína", mas que "em alguns momentos comete excessos com bebidas alcoólicas e noutros momentos, não".

Nos últimos meses, Diego Maradona perdeu peso e retomou os exercícios de reabilitação ao joelho direito.