Desporto

Guarda-redes de andebol do FC Porto está em estado crítico e com prognóstico muito reservado

NTB

Alfredo Quintana deu entrada no Hospital de São João, na segunda-feira, depois de uma paragem cardiorrespiratória durante o treino.

O guarda-redes de andebol do Futebol Clube do Porto, Alfredo Quintana, está em estado crítico e com prognóstico muito reservado.

Está nos cuidados intensivos, entubado e em coma induzido. O internacional português deu entrada no Hospital de São João, no Porto, na segunda-feira, depois de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória durante o treino.

O atleta fez um edema cerebral, devido ao tempo em que esteve em paragem.

Em comunicado, o Futebol Clube do Porto esclareceu que Quintana foi "prontamente assistido com o apoio de uma viatura do INEM e transportado de imediato para para o Hospital".

Alfredo Quintana, de 32 anos, nasceu em Cuba. Está no Fubebol Clube do Porto desde 2010, tendo ajudado a equipa a conquistar cinco Campeonatos Nacionais, duas Supertaças e uma Taça de Portugal.

O atleta naturalizou-se português e tornou-se internacional em 2014, através do selecionador Rolando Freitas, tendo, até agora, representado o país em 66 jogos e marcado 10 golos.

FC Porto dedica vitória no Funchal ao guarda-redes Alfredo Quintana

Os elementos do FC Porto dedicaram na segunda-feira a vitória frente ao Marítimo, por 2-1, em jogo da 20.ª jornada da I Liga de futebol, ao guarda-redes de andebol Alfredo Quintana, que sofreu uma paragem cardiorrespiratória.

"Um abraço grande à família e, claramente, estamos todos a rezar para que as coisas corram da melhor forma", foi a forma como Sérgio Conceição, técnico dos 'azuis e brancos' abriu a conferência de imprensa no Funchal.

No final do encontro da 20.ª ronda, Matheus Uribe, autor do primeiro golo no Funchal, dedicou a "vitória ao Alfredo Quintana", desejando "muita força" ao guardião de andebol, afirmando que estão "todos com ele".