Desporto

Europeus de atletismo. Keletela, refugiado em Portugal, satisfeito com a experiência

Comité Olímpico de Portugal

Correu em Torun, nas eliminatórias de 60 metros.

Dorian Keletela, atleta do Congo, há cinco anos acolhido em Portugal, com o estatuto de refugiado, correu este sábado em Torun, nas eliminatórias de 60 metros, no que foi uma preparação para tentar integrar a equipa olímpica de refugiados.

A participação nos 60 metros do Campeonato da Europa de atletismo em pista coberta saldou-se pelo oitavo lugar numa das séries da primeira ronda, com 6,91 segundos.

"Foi uma experiência boa apesar do resultado. É positivo estar na equipa de refugiados da World Athletics, a representar atletas que estão na mesma situação. Já passei por muitas coisas, porque no Congo, o meu país, há uma ditadura. É complicado com todos esses problemas, mas eu adapto-me", disse no final o jovem atleta, de 22 anos.

Dorian Keletela é um dos atletas apoiados pelo Comité Olímpico de Portugal, no âmbito do Programa Viver o Desporto - Abraçar o Futuro, e encontra-se em preparação para tentar a inclusão na equipa olímpica de refugiados que participará nos Jogos Tóquio2020, entre 23 de julho e 08 de agosto.