Desporto

Guarda-redes de futsal morre após defesa com o abdómen

Facebook Centro Social da Bufarda

Ricardo Costa pediu assistência médica depois de ter defendido um remate à queima-roupa.

Ricardo Costa, guarda-redes da equipa de futsal do Centro Social da Bufarda, no concelho de Peniche, morreu no sábado, depois de uma lesão sofrida durante o jogo contra o Centro Social de Évora de Alcobaça, no dia anterior.

Segundo o jornal regional "Gazeta das Caldas", o atleta de 25 anos queixou-se e pediu assistência minutos depois de ter defendido um remate à queima-roupa com o abdómen.

Depois de ser assistido pelas equipas médicas do Centro Social da Bufarda e do Centro Social de Évora de Alcobaça e pelos Bombeiros de Peniche, Ricardo Costa foi transportado para o Hospital de Peniche por volta das 23:00, como ferido leve. No entanto, a situação agravou-se nas horas seguintes.

"Guardamos os bons momentos, a amizade e o companheirismo"

Numa publicação no Facebook, o Centro Social da Bufarda confirmou a morte do atleta, lamentou a situação e deixou uma mensagem de despedida a Ricardo Costa.

A direção do centro social da Bufarda hoje perdeu um elemento da direção e da equipa de futsal. Desde já prestamos nossas sinceras condolências à família do nosso colega Ricardo Costa. Um forte abraço de apoio a toda a direção, equipa de futsal e equipa técnica que tenham muita força para continuar a lutar. Guardamos os bons momentos, a amizade e o companheirismo... até sempre Ricardo. Agradecemos todo o apoio que nos tem chegado de outras equipas e instituições", lê-se.