Desporto

Portugal foi ultrapassado pelos Países Baixos e caiu para 9.º no ranking da FIFA

Portugal foi ultrapassado pelos Países Baixos e caiu para 9.º no ranking da FIFA

No pódio também houve mexidas, a França foi destronada do 3.º lugar.

A seleção portuguesa de futebol foi ultrapassada pelos Países Baixos no ranking da FIFA, caindo para o 9.º lugar na lista divulgada esta quinta-feira e que continua a ser liderada pelo Brasil.

O desempenho nos quatro jogos da Liga das Nações, em que venceu Suíça (4-0) e República Checa (2-0), empatou com Espanha (1-1) e perdeu o segundo encontro com os helvéticos (1-0), fez a equipa liderada pelo selecionador Fernando Santos descer um lugar na hierarquia mundial.

O Brasil manteve-se no topo da classificação, seguido da Bélgica, mas com um novo acompanhante no pódio, a rival Argentina, que ascendeu à terceira posição, relegando a França, campeã do mundo em título, para o quarto posto.

A Inglaterra permanece no quinto lugar, agora à frente da Espanha, cujo desempenho no grupo que integra também Portugal na Liga das Nações lhe permitiu ultrapassar a Itália, atual campeã europeia.

Portugal também foi superado pelos Países Baixos, enquanto a Dinamarca foi a única entrada nova no ‘top 10’, depois de ter sido relegada pelo México para a 11.ª posição no ranking anterior, devolvendo a ‘gentileza’ aos mexicanos, que eram nonos posicionados e foram igualmente ultrapassados pelos neerlandeses.

Dos adversários de Portugal no Grupo H do Mundial2022, apenas a classificação da Coreia do Sul, orientada pelo treinador português Paulo Bento, sofreu alterações, subindo um posto, para 28.º, ao passo que o Uruguai se manteve em 13.º e o Gana em 60.º.

Entre as outras seleções lideradas por técnicos portugueses, a Nigéria, que confirmou recentemente José Peseiro como selecionador, caiu para 31.ª, o Bahrain, treinado por Hélio Sousa, subiu para 85.º, e o Togo, orientado por Paulo Duarte, desceu para 127.º.

Em relação aos países africanos de língua oficial portuguesa, Cabo Verde continua a ser a única seleção no ‘top-100’, no 72.º lugar, seguida da Guiné-Bissau (115.ª), Moçambique (118.º), Angola (122.º) e São Tomé e Príncipe (187.º). Macau permanece em 182.º e Timor-Leste desceu para 199.º.

Últimas Notícias
Mais Vistos