Desporto

“Gostaria que este dia nunca chegasse”, a dedicatória de Nadal a Federer

Rafael Nadal e Roger Federer
Rafael Nadal e Roger Federer
Anadolu Agency
Tenista suíço Roger Federer anunciou o fim da carreira.

O tenista espanhol Rafael Nadal, recordista com 22 títulos de torneios de Grand Slam, considerou, esta quinta-feira, que o fim da carreira do “rival e amigo” Roger Federer é “um dia triste” para os amantes do desporto de todo o mundo.

“Caro Roger, meu amigo e rival. Gostaria que este dia nunca chegasse. É um dia triste para mim pessoalmente e para os desportistas de todo o mundo”, escreveu o maiorquino nas redes sociais.

Nadal, de 36 anos, deixou elogios ao tenista suíço que, aos 41 anos, decidiu terminar a carreira, na qual conquistou 20 troféus no Grand Slam e que estava afastado dos courts há mais de um ano, devido a lesão.

“Foi um prazer, mas também uma honra e privilégio partilhar todos esses anos contigo, vivendo tantos momentos incríveis dentro e fora dos courts”, acrescentou.

Federer assumiu, nesta quinta-feira, que a Laver Cup, a disputar na próxima semana, em Londres, vai ser o último torneio do circuito ATP em que vai participar.

Nadal quer ter o amigo por perto e acredita que ainda vão “partilhar muitos momentos juntos no futuro”, considerando que ambos sabem que há muitas coisas para “fazer juntos”.

“Por agora, desejo-te realmente toda a felicidade com a tua esposa, Mirka, os teus filhos, a tua família e aproveita o que está à tua frente. Vemo-nos em Londres na Laver Cup”, concluiu.

O fim da carreira de Federer vai ser na Laver Cup, de 23 a 25 de setembro, regressando aos courts depois de Wimbledon de 2021, após várias operações ao joelho.

Últimas Notícias
Mais Vistos