Economia

Herança de Donald Trump envolvida em suspeita de fraude fiscal

Donald Trump mostra a sua declaração fiscal num comício de campanha, junho 2015

© Brendan McDermid / Reuters

Donald Trump recebeu do pai, durante décadas, pelo menos 413 milhões de dólares (358 milhões de euros), muitos dos quais provenientes de esquemas fiscais duvidosos, incluindo fraude pura e simples, reportou o The New York Times na terça-feira.

A notícia contradiz a descrição que o Presidente norte-americano faz de si próprio como alguém que construiu a sua fortuna a partir de um empréstimo de um milhão de dólares avançado pelo pai.

O jornal adiantou que Trump e o pai, Fred, evitaram pagar imposto sobre a herança, criando uma empresa de fachada e subvalorizando ativos às autoridades fiscais.

O New York Times fundamentou o seu artigo em mais de cem mil páginas de documentos financeiros, incluindo declarações fiscais do pai e das suas empresas.

Um advogado de Trump, Charles J. Harder, afirmou à publicação que não havia "fraude ou evasão fiscal" e que os factos citados no texto são "extremamente incorretos".

O departamento fiscal do Estado de Nova Iorque afirmou à Associated Press que está a rever as alegações do jornal e "a averiguar vigorosamente todas as vias apropriadas de investigação".

Este departamento, por norma, comunica este género de informação ao gabinete do procurador estadual.

O Times avançou que a família de Trump escondeu milhões de dólares de transferências do pai para os seus filhos através de uma empresa de fachada, que era propriedade dos filhos, chamada All County Building Supply & Maintenance.

Donald Trump teria assim ajudado o pai a beneficiar indevidamente de milhões de dólares de deduções fiscais e a subavaliar os ativos imobiliários, para reduzir os impostos a pagar pela transferência para os filhos.

Os filhos de Fred Trump teriam recebido no total "uma soma bem superior a mil milhões de dólares" dos seus pais. A uma taxa de imposto de 55% sobre as heranças e as dádivas que vigoravam na época, deveriam pagar 550 milhões de dólares mas só pagaram 52,2 milhões de dólares, segundo o jornal.

Contactada, a Casa Branca não reagiu às alegações.

O advogado de Trump garantiu que este "praticamente não estava implicado nestas histórias", que tinham sido geridas por outros membros da família, ajudados por profissionais.

Entre as centenas de declarações de impostos de Fred Trump e das suas empresas consultadas pelo New York Times não estão as declarações fiscais de Donald Trump, que sempre as recusou divulgar.

A empresa-holding que reúne os interesses do magnata nova-iorquino, a Trump Organization, é uma sociedade familiar que não divulga os seus relatórios. Desde a investidura de Donald Trump, a empresa é dirigida pelos dois filhos deste, Eric e Donald Trump Junior.

Lusa

  • O planeta em que todos vivemos

    Futuro Hoje

    O Planeta Lourenço terá que ser ainda mais simples e eficaz na mensagem. É um risco. Frequentemente, quando me mostram aparelhos ou programas as coisas falham, é o que chamo de síndrome da demonstração. Mas isto acontece na vida real, é assim que vamos fazer.

    Opinião

    Lourenço Medeiros