Economia

Parlamento trava exoneração do governador do Banco de Portugal

Jose Sena Goulao

PS e PSD chumbaram o diploma.

O Parlamento chumbou hoje a exoneração do governador do Banco de Portugal. O Bloco de Esquerda avançou com uma iniciativa que recomenda ao Governo que tire Carlos Costa do cargo, mas PS e PSD chumbaram o diploma.

Socialistas e sociais-democratas consideram que o apuramento de responsabilidades deve ser feito na nova comissão parlamentar de inquérito. Já o CDS absteve-se, enquanto Bloco, PCP, Verdes e PAN votaram a favor.

O resultado da iniciativa é o esperado mas obrigou os partidos a assumirem uma posição.

Carlos Costa só pode ser exonerado do cargo se deixar de preencher os requisitos necessários ou se cometer falta grave. Caso contrário, terminará o mandato apenas no próximo ano.

  • Como não gastar dinheiro com os números começados por 707
    6:46