Economia

Militares da GNR conduziram e escoltaram seis camiões cisterna para o aeroporto de Faro

Um milhão de litros de combustível estavam retidos em Loulé, desde segunda-feira onde se mantém um piquete de greve.

Ao local deslocaram-se cerca de 40 militares para fazerem o transporte. À saída os grevistas aplaudiram em sinal de protesto pacífico e irónico.

Ontem, Faro atingiu os níveis de reserva de combustível, mas só foi cancelado um voo da TAP que seguia para Lisboa.

Os restantes seguiram viagem, com algumas companhias a terem de fazer um desvio para Sevilha, Bordéus ou Santiago de Compostela para abastecer.

  • Eleições em Espanha: o que dizem as sondagens
    3:46