Economia

Governo reúne-se com administração da TAP

Rafael Marchante

Encontro surge na sequência dos avultados prémios atribuídos pela empresa.

O ministro das infraestruturas, Pedro Nuno Santos, reúne-se a partir das 10h00 com os representantes do Estado na administração da TAP.

Um tema que tem suscitado polémica e que entrou esta quinta-feira no debate quinzenal, na Assembleia da República, depois de o líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, ter questionado o primeiro-ministro sobre o pagamento de prémios de 1,171 milhões de euros, feitos pela companhia a 180 pessoas, incluindo dois de 110 mil euros atribuídos a dois quadros superiores.

Em comunicado, o Ministério das Infraestruturas e da Habitação afirmou que esta atribuição de prémios "constitui uma quebra da relação de confiança entre a Comissão Executiva e o maior acionista da TAP, o Estado português".

No texto, o Ministério liderado por Pedro Nuno Santos salienta que "discorda da política de atribuição de prémios, num ano de prejuízos, a um grupo restrito de trabalhadores e sem ter sido dado conhecimento prévio ao Conselho de Administração da TAP da atribuição dos prémios e dos critérios subjacentes a essa atribuição".

A Comissão Executiva da TAP justificou a atribuição de prémios com o "programa de mérito" implementado pela companhia, que diz ter sido "fundamental" para os resultados atingidos em 2018.

  • Palestinianos boicotam cimeira organizada pelos EUA no Bahrein
    2:50
  • André Rieu fez um vídeo para os fãs portugueses
    0:38