Economia

Lucros do Santander Totta caem mais de 37%

Sergio Moraes

Face ao mesmo período do ano passado.

O Santander Totta teve lucros de 172,9 milhões de euros no primeiro semestre do ano, uma redução de 37,3% face ao mesmo período do ano passado, divulgou esta quarta-feira o banco em comunicado.

Entre janeiro e junho, o produto bancário foi de 659,4 milhões de euros, menos 6,3% face a período homólogo, tendo as comissões líquidas descido 5% para 183,1 milhões de euros e a margem financeira caído 6,9% para 399,3 milhões de euros.

O banco detido pelo grupo espanhol Santander atribui a queda da margem financeira à "descida das taxas de juro do crédito, num contexto concorrencial ainda elevado e de diminuição da procura de crédito por empresas fora do âmbito das linhas com garantia do Estado", assim como à gestão da carteira de dívida pública.

Já a diminuição das comissões é justificada com os efeitos da atual crise pandémica, desde logo com a "redução das comissões sobre crédito e os impactos da suspensão de um conjunto de comissões, no âmbito das medidas de apoio às empresas e às famílias".