Economia

Mais 48 mil portugueses tiveram de pedir subsídio de desemprego em três meses

Gonçalo Freitas

Gonçalo Freitas

Editor de Imagem

Dados entre abril e junho.

Os pedidos do subsídio de desemprego atingiram um número recorde. Só entre abril e junho, mais 48 mil pessoas tiveram de pedir ajuda ao Estado.

É o maior subida trimestral de pedidos de subsídio de desemprego dos últimos 15 anos. Quase metade dos novos inscritos eram jovens.

O segundo trimestre do ano inclui grande parte do tempo de confinamento mais restritivo, por causa da pandemia

Faro e Viana do Castelo foram os distritos que registaram os maiores aumentos. No sul, o número de pessoas com prestação de desemprego triplicou. Em Viana, aumentou 82%.

O aumento médio nacional ficou perto dos 40% em relação ao mesmo período de 2019.