Economia

Economista garante que desemprego calculado pelo INE está muito abaixo do valor real

Eugénio Rosa acredita que há mais de meio milhão de desempregados, o que contradiz os cerca de 278 mil avançados pelo INE.

O economista do PCP Eugénio Rosa diz que o desemprego calculado pelo INE para o segundo trimestre está muito abaixo do valor real.

O INE tinha previsto uma redução do número de desempregados para pouco mais de 278 mil, mas Eugénio Rosa acredita que haja mais de meio milhão de pessoas desempregadas em Portugal.

De acordo com o economista, dois em cada três desempregados não estão a receber subsídio de desemprego, o que é dramático e grave, mas o problema social ainda é mais dramático e está a ser escondido pelos dados do INE.

Contactado pela SIC, o INE reconhece que a pandemia tem tido um impacto profundo na situação laboral portuguesa e explica que pessoas anteriormente consideradas "desempregadas", são agora inativas disponíveis, porque a pandemia limita a disponibilidade para trabalhar ou a própria procura de emprego.

O Instituto Nacional de Estatística diz ainda que os critérios aplicados são os mesmos em toda a União Europeia.

  • 14:18
  • 2:34