Economia

Espanha tem quase mais 50.000 desempregados em outubro

Albert Gea

Aumento do número de desempregados e de inscritos ao mesmo tempo poderá estar relacionado com uma eventual subida da população ativa.

O número de desempregados inscritos nos serviços públicos de emprego em Espanha aumentou em 49.559 pessoas em outubro em relação a setembro, atingindo um total de 3.826.043, revelou esta uarta-feira o Ministério do Trabalho espanhol.

Por outro lado, o número de pessoas inscritas na Segurança Social subiu 113.974 em outubro em comparação com setembro, alcançando um total de 18.990.364 ocupados.

O aumento do número de desempregados e de inscritos ao mesmo tempo tem a ver com uma eventual subida da população ativa (pessoas que procuram emprego).

Em comparação com um ano antes, outubro de 2019, o mercado de trabalho continua a refletir o impacto negativo da pandemia de covid-19, com menos 439.628 inscritos e mais 648.384 sem emprego.

O Ministério da Segurança Social espanhol, por seu lado, informou que um total de 129.559 pessoas deixou de estar incluídos num esquema de "lay-off" durante o mês de outubro, sendo o número total de pessoas ainda incluídos neste tipo de regimes de 599.350.