Economia

O que vai mudar com o novo Orçamento do Estado?

José Eduardo Zuzarte

José Eduardo Zuzarte

Repórter de Imagem

Ricardo Tenreiro

Ricardo Tenreiro

Editor de Imagem

Há descidas de preços e subidas nos rendimentos mais baixos.

O Orçamento do Estado entra em vigor no primeiro dia do ano. Ao contrário dos anos anteriores, não se esperam grandes aumentos: em alguns casos os preços vão descer e os rendimentos mais baixos vão subir.

Marcelo Rebelo de Sousa já deu luz verde ao OE2021, que tinha sido aprovado previamente na Assembleia da República.

Saiba o que vai mudar:

  • A eletricidade vai baixar 0,6% no mercado regulado

  • O IVA da luz desce para 13% nos primeiros 100kWh de cada mês

  • Nos transportes públicos não haverá aumentos, exceto no Alfa Pendular que sobe 0,5%

  • As portagens devem manter os preços, exceto na A22, A23, A24 e A25 que vão ter descontos entre os 50 e os 75%

  • As rendas das casas e das lojas não terão aumentos na maioria dos casos

  • As pensões mais baixas vão ter um aumento de 10 euros

  • O salário mínimo sobe 30 euros para os 665 euros por mês

  • As tabelas de retenção na fonte vão ser alteradas: a maioria dos contribuintes vão receber mais todos os meses, mas os reembolsos do IRS 2022 será menor

Veja também: