Economia

Solução à vista para os salários em atraso na Groundforce

MANUEL DE ALMEIDA

Presidente da Groundforce diz que empresa precisa de 3 milhões para pagar salários.

Há uma solução à vista para os salários em atraso na Groundforce.

A TAP vai emprestar quase três milhões de euros à Groundforce e aceita as condições propostas ontem por Alfredo Casimiro.

Assim, o maior acionista vai entregar acções em penhor de empréstimo de emergência. Já a divida será paga quando o maior acionista da Groundforce receber o financiamento com o aval do Banco de Fomento.

A TAP está pronta para transferir o dinheiro dos salários quando Alfredo Casimiro assinar esta contraproposta.

Presidente da Groundforce diz que empresa precisa de 3 milhões para pagar salários

O presidente do Conselho de Administração da Groundforce diz que a empresa precisa de 3 milhões de euros para pagar os salários de fevereiro.

Em entrevista esta quarta-feira no Negócios da Semana, Alfredo Casimiro não descarta cortes para que a Groundforce sobreviva.

  • 16:26