Economia

FMI estima que défice de Portugal chegue aos 5%

JOSÉ SENA GOULÃO

A previsão da instituição internacional está acima da que foi avançada pelo Governo português.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que o défice em Portugal chegue, este ano, aos 5%. Esta projeção está acima da realizada pelo Governo. No Orçamento do Estado 2021 está previsto um PIB de 4,3%.

Apesar da previsão mais pessimista, a instituição acredita que, no Panorama Económico Mundial, o país vai ser capaz de fazer um ajustamento orçamental mais rápido que a maioria dos países da Zona Euro.

O FMI prevê que em 2022, o défice português ficará abaixo dos 2% e que em 2023 será de 1,4%. Num cenário de políticas invariantes, o FMI acredita que Portugal poderá chegar a 2024 com um excedente de 0,5% do PIB.