Economia

Abertas candidaturas para apoiar eficiência energética de habitações

Com uma verba de 30 milhões de euros.

Foi lançado esta terça-feira o segundo concurso no âmbito do Programa de Recuperação e Resiliência. Trata-se da segunda fase do programa criado o ano passado para apoiar o desempenho energético e ambiental dos edifícios com uma verba de 30 milhões de euros.

Cada casa poderá ser apoiada com um valor máximo de 7.500 euros ou, no caso de edifícios, 15 mil euros para financiar obras que vão da substituição de janelas, isolamento térmico, instalação de bombas de calor ou caldeiras, instalação de torneiras ou chuveiros eficientes, fachadas e coberturas, portas de entrada ou sistemas de recolha de águas pluviais.

O programa vale para todo o território e os edifícios construídos até dezembro de 2006 podem concorrer a todos os seis itens financiáveis, mas na edição deste ano, as habitações construídas até julho de 2021 também podem concorrer a alguns dos itens.