Economia

Ataque à Vodafone: primeiro-ministro está preocupado e apela a planos de segurança

Ataque à Vodafone: primeiro-ministro está preocupado e apela a planos de segurança

Vodafone garante que está a trabalhar para recuperar todos os serviços.

O primeiro-ministro, António Costa, está preocupado com o ciberataque à Vodafone e diz que é necessário as instituições terem planos de segurança. A operadora móvel garante que está a trabalhar para recuperar todos os serviços.

Um ato terrorista feito para destruir: foi como a Vodafone classificou o ataque de que foi alvo.

No trabalho de reconstrução, a operadora móvel garante à SIC que está a ser feita a estabilização de toda a rede, incluído o 4G, que está com bons resultados.

Está a ser recuperado o serviço de voz fixa, especialmente importante para as empresas.

Este processo está a interferir no serviço de televisão, mas a Vodafone garante que isso deve-se ao trabalho das equipas técnicas e não por ter sido atingido pelo ataque.

Enquanto a empresa recupera os serviços, prossegue a investigação criminal. A cargo da PJ, que conta com o apoio de parceiros internacionais e das secretas, o assunto preocupa também o Governo.

Outros ataques

O ataque informático à Vodafone ocorreu esta segunda-feira às 21:00 e deixou o sistema completamente parado.

Na madrugada de terça-feira, foi a vez dos piratas informáticos atingirem o grupo de média Trust in News, que detém publicações como a Visão e a Caras. Os sites estão a funcionar e o grupo garante que não foram comprometidos dados ou sistemas.

Estes ataques surgem um mês depois da invasão aos servidores da Impresa, dona da SIC e do Expresso.

Saiba mais:

Últimas Notícias
Mais Vistos