Economia

Lucros do BPI caem 11 milhões de euros no primeiro trimestre

Lucros do BPI caem 11 milhões de euros no primeiro trimestre

Face ao período homólogo de 2021.

O BPI registou um lucro de 49 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, o que representa uma queda face aos 60 milhões registados no período homólogo de 2021, comunicou esta sexta-feira o banco à CMVM.

Segundo a nota enviada à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários (CMVM), na atividade em Portugal, o lucro do BPI ascendeu a 28 milhões de euros, comparados com os 54 milhões registados no primeiro trimestre do ano passado.

De acordo com o banco, o resultado da atividade em Portugal foi afetado “por incluir no 1.º trimestre de 2021 ganhos extraordinários de 23 milhões de euros com a venda de créditos não produtivos”.

O BPI destacou um “forte dinamismo comercial” no trimestre em análise, com uma subida de 3.000 milhões de euros nos recursos totais de clientes, em termos homólogos (+8%) e um aumento de 2.200 milhões de euros na carteira de crédito (+9%).

Já o produto bancário comercial cresceu 4%, para 189 milhões de euros, enquanto a rentabilidade dos capitais próprios tangíveis (ROTE) recorrente fixou-se em 5,7%.

Na nota enviada ao mercado, o presidente executivo do BPI, João Oliveira e Costa, destacou que “a atividade do banco no primeiro trimestre foi muito positiva, com crescimento dos proveitos, com ganhos de quota de mercado em praticamente todos os segmentos comerciais, ao mesmo tempo que manteve os custos contidos, apesar do forte investimento na transformação digital”.

“O banco apresenta robustez em todos os indicadores fundamentais – adequada capitalização, baixo perfil de risco e liquidez confortável – o que permite continuar a aumentar o crédito às empresas e famílias e apoiar decididamente a retoma da economia portuguesa”, apontou o responsável.

SAIBA MAIS

Últimas Notícias
Mais Vistos