Economia

"Stock" de empréstimos à habitação aumenta 4,8% em julho

"Stock" de empréstimos à habitação aumenta 4,8% em julho
Tommaso Altamura / EyeEm
No final de maio os particulares tinham depositado nos bancos residentes 182.700 milhões de euros, mais 7,2% face a julho de 2021.

O "stock" de empréstimos aos particulares para habitação e consumo atingiu em julho 99.500 e 20.300 milhões de euros, respetivamente, mais 4,8% e 5,5% em termos homólogos, informou esta sexta-feira o Banco de Portugal (BdP).

De acordo com as estatísticas de empréstimos e depósitos bancários de empresas e particulares do banco central, no final de julho o montante total de crédito às empresas era de 76.800 milhões de euros, mais 1,6% em relação a julho de 2021 e o valor mais baixo desde março de 2020.

Segundo o BdP, "esta desaceleração foi transversal a todas as classes de dimensão e mais expressiva nas pequenas e grandes empresas", sendo que no caso das grandes empresas, a taxa de variação anual foi de 0,2%, que compara com 3,6% no mês anterior.

Quanto aos depósitos, no final de maio os particulares tinham depositado nos bancos residentes 182.700 milhões de euros, mais 7,2% face a julho de 2021.

Já as empresas tinham 63.300 milhões de euros em depósitos, um aumento homólogo de 11,0%.

O BdP sublinha que a evolução dos empréstimos e dos depósitos é medida pela taxa de variação anual, o que significa que é calculada apenas com base no montante das transações (concessão e amortização/reembolso de empréstimos e depósitos), desconsiderando outros efeitos (por exemplo, cambiais).As estatísticas de empréstimos e depósitos bancários serão atualizadas em 27 de setembro.

Últimas Notícias
Mais Vistos