Economia

"É desperdício gastar dinheiros públicos em quem não precisa"

Moedas, euro.
Moedas, euro.
SimpleImages
O economista e ex-secretário de Estado do Tesouro analisa o apoio aos pensionistas e reage ao aumento dos juros, assim como ao preço da energia.

O pacote de medidas que servem para colmatar o aumento do custo de vida no país deixou muitas dúvidas, sobretudo relativas às pensões. Os especialistas avisam, porém, que os pensionistas vão perder dinheiro com esta medida anunciada pelo Governo. O economista e antigo secretário de Estado do Tesouro adianta que os apoios deviam ser destinados para aqueles que mais precisam. António Nogueira Leite entende que os apoios generalizados são um desperdício de dinheiros públicos, numa altura em que o país está mergulhado numa crise económica.

O ex-secretário de Estado do Tesouro e das Finanças considera que é "preciso reformar a sério o Estado social, no sentido da viabilidade", de modo a proteger as pessoas com mais dificuldades em contornar as consequências da crise.

O aumento dos juros deve manter-se nos próximos meses, acredita o economista. O Banco Central Europeu (BCE) deverá voltar esta quinta-feira a subir as taxas de juro, depois de o ter feito em julho pela primeira vez em 11 anos, com os analistas a apostarem num incremento de 50 a 75 pontos base.


Na ótica do economista António Nogueira Leite, muitas empresas dependente do gás podem encerrar, caso o Governo não tome medidas imediatas e eficazes.

“A energia é uma componente muito grande do processo produtivo. É aí que tem de haver alguma solução”, entende o economista.

Últimas Notícias
Mais Vistos