Economia

Gasolina mais barata do que estava antes da guerra

Loading...
As bombas de combustível continuam a beneficiar do desconto do Governo.

Esta semana, os preços dos combustíveis baixaram pela terceira semana consecutiva. O preço da gasolina está perto daquilo que custava no início do ano. Contudo, o gasóleo está cerca de 30 cêntimos mais caro do que estava no início de janeiro.

Logo após o início da guerra na Ucrânia, o preço do barril de petróleo chegou a custar quase 140 dólares. Com isso, o litro de gasóleo e gasolina ultrapassou, em ambos os casos, os 2 euros.

Quase a meio de setembro, o barril de petróleo custa 94 dólares, sendo que na semana passada custou 88 dólares. São valores muito próximos aos verificados antes do início da guerra.

As bombas de combustível continuam a beneficiar de três medidas implementadas pelo Governo, desde logo o desconto no ISP, equivalente a uma descida da taxa do IVA dos 23% para os 13%.

Recorrendo aos dados da Direção-Geral de Energia e Geologia, no dia 23 de fevereiro, um dia antes da guerra na Ucrânia, o preço médio de venda ao público de 1 litro de gasóleo era de 1,66 euros. Esta segunda-feira custa, em média, 1,79 euros.

O preço da gasolina custa em média 1,70 euros, no dia 23 de fevereiro custava 1,81 euros.

A reportagem é da autoria do jornalista Vítor Lopes.

Últimas Notícias
Mais Vistos