Economia

BCE vai decidir sobre nova subida das taxas de juro, Costa pede prudência

Loading...

Analistas apontam para um aumento de 0.75 pontos percentuais, mas primeiro-ministro defende que "não é propriamente com subidas das taxas de juro" que se combate inflação.

As taxas de juro poderão voltar a aumentar já esta quinta-feira e a concretizar-se será a terceira subida este ano. Espera-se que o Banco Central Europeu (BCE) defina um aumento de 0,75 pontos percentuais.

Se esta subida se confirmar, a taxa de referência ficará no valor de 1,75%, mas no início do próximo ano poderá estar nos 3%. Uma tendência de subida que, ao que tudo indica, deverá continuar.

Tudo para tentar travar a escalada da inflação que, no entender de António Costa, é provocada não tanto por haver uma grande massa monetária em circulação, mas pela guerra e pela crise energética daí resultante.

O primeiro-ministro deixa um alerta e pede prudência ao BCE: "Não é propriamente com subidas das taxas de juro que nós combatemos esta inflação".

Esta subida dos juros vai ter um impacto na taxa Euribor, utilizada no crédito à habitação. A que mais tem subido é a Euribor a 12 meses, que agora já ultrapassa os 2,3%.

Últimas Notícias
Mais Vistos